Divertida Mente: Uma animação extraordinária sobre a mente humana!

Divertida Mente é um filme de animação da Disney que conta a história de Rilley, uma menina de 11 anos que enfrenta diversas mudanças em sua vida. Controlada pelas emoções Alegria, Tristeza, Medo, Raiva e Nojo a garota processa informações e armazena memórias de acordo com a intensidade e predominância de cada um dos sentimentos.

O filme nos faz refletir sobre a importância de TODAS as emoções para nossa evolução pessoal e desenvolvimento. Desejar viver SEMPRE alegre não é somente uma fantasia mas também uma realidade perigosa que tem elevado os índices de depressão após a onda de exibição de “felicidade permanente” em destaque especialmente nas redes sociais. A frase: “ele (ela) é tão feliz sempre… por que eu não consigo ser também?” tornou-se comum e faz ascender um sinal de alerta para relembrar que enquanto seres humanos devemos ter a consciência de que vivenciamos TODOS os sentimentos em determinados momentos de nossa vida (muitas vezes em único dia sentimos o turbilhão de diferentes emoções) e esta experiência é responsável por elevar nossa sabedoria, amadurecer-nos, aumentar nossa capacidade de discernimento e nos tornar cada vez mais fortes diante dos obstáculos que surgem durante a caminhada rumo aos objetivos traçados.

Os momentos de TRISTEZA nos fazem refletir sobre o que não desejamos que aconteça mais. Esta emoção pode se tornar nossa mola propulsora para mudar de página e mover-nos em direção ao que nos fortalece. Os momentos de ALEGRIA nos fazem sentir gratidão, mostram o valor de nossa vida e o quão plena pode ser nossa existência. Os momentos de RAIVA impedem que muitas injustiças aconteçam, movimentando-nos a favor de nossos direitos e valores. Os sentimentos de NOJO e MEDO são responsáveis pela nossa sobrevivência evitando atitudes que colocam em risco nossa integridade e segurança. A grande pergunta que devemos fazer é: “Qual emoção tem sido PREDOMINANTE em meu dia a dia?” A antiga frase “tudo em excesso faz mal” vale para as emoções também! Aqui fica o alerta para evitar que tristeza demais resulte em depressão, medo demais dê origem a estagnação, raiva demais torne-se amargura, nojo demais converta-se em transtorno obsessivo e alegria demais faça nascer a falta de percepção e noção da realidade como ela é.

O filme ilustra, ainda, o armazenamento das memórias em nosso cérebro e do quanto esta máquina extraordinária é capaz de guardar informações valiosas, recordações prazerosas (para acessarmos sempre e deixarmos fluir boas sensações) e ao mesmo tempo mostra a capacidade que temos em deletar memórias destrutivas que não precisam estar presentes em nossos pensamentos e serviram apenas como lição e aprendizado mas que podem dar lugar à outras experiências fortalecedoras.

Esta é a dica de hoje que ajudará a refletir sobre as emoções e sentimentos e como podemos influenciar no controle e equilíbrio do nosso ser lembrando sempre de que as emoções são responsáveis diretas pelo nosso comportamento, atitudes e consequentes resultados!

Reúna a família inteira, faz aquela sessão cinema em casa com momentos recheados de amor, afeto e pipoca e depois conta pra mim como foi a experiência e quais as lições a partir do filme!

Um grande abraço!

daniele-kaiser-autora
Daniele Kaiser

Life Coach

Share:

Comentários

Categorias

Leia Também